• Sofia Bica

Birras de Bebê de 1 Ano - 7 Dicas para Lidar com Elas


Birras de bebê de 1 ano

Um dos comportamentos de bebê que mais deixam os pais em dúvida, principalmente as mães de primeira viagem são as birras.


Boa parte das mães não entende o porque o bebê de 1 ano faz todo aquele 'show' que chega a constranger os pais quando estão em público. Se você está com dificuldade em lidar com as birras do seu bebê, fique tranquila, pois neste artigo você vai entender o porque acontecem e como lidar com elas.


A fase em que o bebê faz birra começa por volta de 1 ano de idade e pode durar até os 2 ou 3 anos. Este comportamento costuma acontecer porque é neste tempo que o bebê descobre que pode se comunicar e que tem vontades próprias.


Como ainda não conseguem se expressar através da fala, eles extravasam em forma de choro, gritos, pulos e até mesmo se jogando no chão.


Como lidar com as birras do bebê


Muito provavelmente você está passando por esta fase com seu bebê e não sabe como lidar. Posso colocar de castigo, dar bronca e como impor limites são dúvidas comuns das mães nesta hora. Mas não se preocupe, preparei 7 dicas par lidar com as birras do seu bebê. Veja:


1. Entenda o porque da birra


Antes de tomar qualquer atitude, busque entender o porque seu filho está se comportando assim. Com certeza há um motivo por trás. Sabendo o motivo da birra fica mais fácil conversar e explicar o porque não pode para seu filho.


2. Seu filho é um ser humano


É importante que os pais entendam que os filhos são seres humanos, tem vontades, desejos e sentimentos. Eles se frustram assim como nós e tem todo o direito em querer expressar isto. A birra não é um mau comportamento, é a maneira como seu bebê comunica a você que está descontente com alguma situação.


Indico que você busque formas de acalma-lo e ensine-o a lidar com os sentimentos, mas não tente acabar com a birra a qualquer custo, pois agindo assim só vai piorar tudo. Seu bebê precisa se sentir compreendido e seguro.


3. Seja firme


Se a birra aconteceu por um não que você disse, permaneça firme em sua atitude. Crianças precisam conviver com limites e regras desde cedo. Não se sinta culpada por não fazer o que seu filho quer, afinal de contas você sabe o que é melhor para ele.


Quando você é firme em sua palavra, seja ela 'sim' ou 'não', traz segurança para seu filho.


4. Não se preocupe com os outros


Muitos pais se sentem constrangidos em público quando o filho resolve fazer birra. A primeira reação é querer acabar com ela o mais rápido possível, inclusive usando medidas desesperadas como ceder ao que seu filho quer, mesmo após dizer não.


Atitudes como esta fazem a criança achar que está no controle, ela vai continuar com birras para conseguir o quiser.


O mais adequado é afastar seu filho das pessoas e ir para um local mais tranquilo, onde você possa conversar e acalmá-lo. Um boa ideia é tentar distraí-lo com algum brinquedo ou atividade, por isso, sempre carregue na bolsa algum brinquedo que ele goste, ou até mesmo papel e alguns lápis de cor, se ele já se interessa por rabiscar ou colorir.



5. Bater e xingar não resolve


Muitas mães dizem que dar um tapinha na mão ou dar bronca não faz mal nenhum a criança. Além de ser um equívoco, digo que não é eficaz. Tal atitude pode deixar seu filho agressivo e ainda com sentimento de incompreensão.


6. Converse


No caso de bebês de 1 ano, não entenderão tudo que a mãe disser, então seja pontual, e o mais clara possível. Explique ao seu filho o porque ele não pode fazer o que quer e se ele fizer aquelas conversas de bebê, o escute com atenção.


7. Pode colocar de castigo?


A resposta é depende, pois nem todo o castigo funciona com bebês. É preciso castigá-los de forma que eles possam entender o que está acontecendo. Tenho três meninas, uma de 7, outra de 4 e a menor com 1 e 5 meses.


Com cada uma delas comecei a aplicar o castigo ensinado pela Super Nanny.


Basicamente, quando a criança insiste em um comportamento errado, como jogar toda a comida no chão, por exemplo, a mãe explica que não pode fazer e o porque, também fala que se ele fizer de novo, será levado para o castigo.


O castigo é sentar a criança em uma cadeira e deixá-lo por alguns minutos, de acordo com a idade, se tiver 1 ano, fica 1 minuto, 2 anos, 2 minutos e assim por diante. Nesse tempo não converse com a criança, normalmente o tempo é o suficiente para ele se acalmar.


Quando for tirar do castigo, explique o porque ele ficou ali, reforce que você o ama e faz isso pelo seu bem, ensine a criança a se desculpar, após abrace e beije.


Aqui em casa faço isso com as três e funciona muito bem. É um castigo eficaz, que ajuda a criança a se acalmar, entender os limites e que há consequências no caso de desobediência. Outro ponto que gosto neste castigo é por não ser agressivo, ele ajuda a mãe ou pai a se acalmar também para depois conversar com seu pequeno.






14 visualizações

Me siga no instagram

  • Facebook
  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram

 

 

© COPYRIGHT 2020 SOFIA BICA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.