Vestidos femininos - 5 passos para escolher certo!

Atualizado: 22 de fev.




Os vestidos são peças muito versáteis quando pensamos em roupas femininas. Ele é um verdadeiro coringa e transita tranquilamente entre as mais variadas ocasiões da vida de uma mulher.


Independente do seu estilo, da ocasião e até mesmo do seu tipo físico, uma coisa é fato: sempre haverá um belo vestido perfeito para você.


A variedade de modelos disponíveis é gigantesca quando o assunto é vestido, aliás a moda feminina é um mercado muito amplo e cada vez ganha novas adeptas. Crescendo cada vez mais.


Entretanto, ter tantas opções assim para uma única peça de roupa pode acabar gerando confusão. Assim como as opções de vestidos são muitas, as possiblidades de combinações também, e se você não entende muito de moda ou estilo pode ter dúvidas.


Mas, isso não será mais um problema, pelo menos se você estiver disposta a continuar lendo este artigo incrível, nele você terá acesso a informações valiosas para que possa acertar em cheio nas suas próximas escolhas.


Vestidos são roupas maravilhosas, mas se você não souber como usá-los corretamente poderá ter seu visual arruinado! Para evitar esta catástrofe, irei te presentear com este guia completo sobre vestidos femininos.


Compartilhe com suas amigas e garanta que ninguém mais tenho o visual detonado por falta de conhecimento.


PASSO #1 - Entenda seus gostos e suas necessidades antes de escolher seu vestido



Antes de lhe apresentar modelos de vestidos ou mostrar como usá-los, é muito importante que entenda duas coisas muito importantes: O que você gosta de usar, e o que você precisa usar.


Estes dois pontos são chave para encontrar a roupa certa e ame o que está vestindo. Afinal de contas, não há nada mais frustrante do que todos amarem o seu visual, mas, você se sentir estranha e desconfortável, não é mesmo?


1.1 O que você gosta


Entender o que você gosta de usar é diferente do que você acha bonito, moderno ou fashion em outra pessoa.


Hoje em dia, com o avanço da tecnologia, vivemos a era das mídias digitais. Todos estão compartilhando seus gostos e vidas online.


Diariamente vemos meninas lindas com looks perfeitos no Instagram. Como o que vemos gera desejo, é comum sermos influenciadas pelo gosto de terceiros.


Que atire a primeira pedra quem nunca desejou, ou até mesmo efetuou uma compra baseado na opinião de uma influencer. Eu mesma já fiz isso, e não há nada de errado em tal atitude.


É super bacana ter a nossa disposição opiniões de pessoas confiáveis. Que nos identificamos de alguma maneira. Entretanto, é preciso ter cuidado com o que nos influencia.


Antes de comprar é preciso ter certeza se realmente tem a ver com nosso gosto pessoal.


Uma das maneiras mais simples e rápidas de encontrar seu estilo é ter como base os estilos universais, que são: Clássico, elegante, fashion, criativo, romântico e casual.


Esses estilos servem como base, e não há motivos para ficar presa a todas as características presentes no estilo que você se identifica. Na maior parte das vezes, nosso estilo é construído por mais de um deles e em porcentagens diferentes.


Isso quer dizer que eu não tenho só um estilo? Acertou. Nosso estilo é a nossa personalidade transmitida através da maneira de vestir e adaptada para diferentes necessidades (já vamos falar mais sobre isso).


O que é estilo então?


O seu estilo é você. É uma maneira de comunicar ao mundo quem você é, porém, sem falar uma palavra sequer.


Há estudos que revelam que em menos de 10 segundos julgamos uma pessoa apenas baseado em sua aparência.


Agora imagina o quão importante é que esta imagem esteja de acordo com a mensagem que você realmente precisa e quer passar as pessoas. Uma entrevista de emprego, uma reunião de negócios, um primeiro encontro.


Para saber qual é o seu estilo, é preciso conhecer a si mesma. Pensar sobre o que é importante para você, quais são seus princípios mais fundamentais. Para exemplificar melhor vou falar de mim mesma, tá?!


Meu estilo é uma mistura de elegante com romântico, adicionado a um 'Q' de fashion e um pouco casual.


Meu estilo expressa quem eu sou. Sou uma pessoa:


Exigente, perfeccionista, minimalista - estilo elegante


Feminina, doce, sonhadora - estilo romântico


Moderna - estilo fashion


Amo e preciso de conforto sempre - estilo casual


É baseado na pessoa que eu sou que entendo meu estilo e assim tudo faz sentido. Uma dica legal é anotar suas principais qualidades e ver com quais estilos mais de parece.


Entenda abaixo um pouco sobre cada um dos estilos:


Estilo Casual


O estilo casual é o mais despojado de todos. Simplista, com peças básicas e muito confortáveis. Tendo como principais o jeans, moletons, camisetas, tênis, mochila, boné.


Este estilo tem como características mais marcantes a simplicidade, o conforto e a praticidade.


Normalmente mulheres desapegadas da aparência e que não ligam muito pra moda ou tendências possuem esse estilo, mas isso não significa que sejam desleixadas, eu diria bem resolvidas.


Em uma variação mais fashionista, o estilo casual é bem estiloso, com roupas de marcas famosas.


De certa forma todas nós usamos este estilo em ocasiões do dia a dia.


Estilo Elegante


O estilo elegante já é bem diferente do anterior. Ele preza por peças de alta qualidade com bons acabamentos, que sejam impecáveis.


Refinado, de bom gosto, que sabe se portar com educação e requinte. Peças que aparecem muito são de alfaiataria, calças pantalona, roupas sem muitos detalhes, com ar minimalista e excelentes acabamentos.


Pessoas bem educadas, finas, exigentes e perfeccionistas tendem a expressar mais este estilo.


No ambiente de trabalho é necessário um visual mais formal e polido, por isso o estilo elegante é uma boa base para transmitir profissionalismo e sobriedade.


Estilo Clássico


Como seu nome já sugere, o estilo clássico tem por base peças clássicas, que são atemporais e não saem de moda nunca.


Alguns exemplos são: Sobretudo, vestido tubinho, cachecol feminino, lenço, blazer branco, camisa feminina, entre outros.


Pessoas que gostam de segurança, estabilidade e não querem se arriscar combinam muito com o estilo.


Ele também é uma ótima alternativa de estilo base, podendo ser combinado com outros estilos, pois as peças clássicas são ótimos trunfos para se usar em diversas ocasiões.


Estilo Fashion


Este é definitivamente o estilo que mais muda. Quem é fashionista acompanha as tendências de moda, e estas, por sua vez, mudam ou se adaptam a cada nova temporada.

Não tem muita regra, pois as tendências são muito variadas e se renovam sempre.


Pessoas que gostam de estar em movimento, donas de uma personalidade marcante e que não tem medo de se arriscar se jogam no estilo fashionista.


Pode acontecer de você não aproveitar muito suas roupas da moda por conta desse vai e vem de tendências. Portanto, uma dica válida é: Invista em roupas clássicas também, elas são fáceis de combinar com outras peças e podem gerar equilíbrio com roupas femininas ousadas.


Estilo Criativo


Pessoas que amam arte, tem um espírito livre e gostam de se expressar tem muito a ver com o estilo criativo. De todos os estilos, este é o que possui menos regras.


É como uma tela em branco onde você tem a liberdade de pintar um novo quadro a cada dia.


Misturar cores, estampas, tecidos e até mesmo estilos, faz parte do criativo.


E aí?


Até aqui falamos sobre gosto pessoal e estilo. Conseguiu pensar um pouco sobre o que realmente tem a ver com você?



1.2 Entenda suas necessidades de roupas


Falar sobre necessidades é falar sobre o que acontece na sua vida, o que você faz, aonde vai nos dias de semana e fins de semana.


Não seria útil para você, comprar um vestido de tule, por exemplo, se trabalha num escritório de contabilidade. As chances de usar esse tipo de roupa no seu dia a dia são praticamente nulas.


Antes de comprar vestidos ou qualquer outro tipo de roupa, pense sobre as coisas que você faz e aonde vai usar suas roupas. Desta maneira, é possível ter a certeza de que está investindo em uma peça útil.


PASSO #2 - Conheça os tipos de vestidos femininos



Como já mencionei anteriormente, existem milhões de vestidos disponíveis e para escolher o modelo ideal para você, é preciso conhecer que modelos de vestidos são esses e saber quais mais te agradam.


Veja abaixo os modelos de vestidos mais usados atualmente:


Vestido longo


Esses três primeiros vestidos que vou falar, diz respeito ao comprimento da peça e não ao modelo em si.


Vestido longo é aquele que vai até o pé. Ao contrário do que muitos pensam, esse comprimento pode ser usado em praticamente todo o tipo de ocasião.


O vestido longo traz uma elegância instantânea para o visual, muito usado para festas de casamento, como vestidos de madrinhas, noivas, debutantes e formandas.


No dia a dia o longo é super bem vindo e pode ser usado até mesmo no inverno com casacos sobrepondo. e botinhas.


Dá para ir do casual ao chique com esse tipo de vestido, basta escolher o modelo ideal para cada momento.


Vestido curto


Este é com certeza um dos comprimentos mais usados aqui no Brasil, não sou a favor do vestido extremamente curto, principalmente se for justo, pois não deixa o visual legal e traz um apelo muito sensual.


Vestido médio


O comprimento médio é aquele vestido feminino que é mais longo que o curto, pode chegar até os joelhos ou um pouco acima. É um tipo de vestido muito útil para ocasiões que pedem um visual mais recatado, como ir a igreja, trabalho, etc.


Vestidos simples


Para o dia a dia e ir a locais despojados os vestidos simples são ideais. Tecidos confortáveis como viscose, moletom, algodão e até mesmo o jeans são os mais utilizados nos modelos.


Para seguir na vibe comfy, combinar seu vestido com tênis ou outros calçados confortáveis, te deixará linda e prática sem esforço.


Vestido midi


O vestido midi é estrela, isso é fato. Vestidos e saias midi são consideradas roupas da moda e o melhor a fazer é tirar proveito disso. Muitas pessoas ainda tem dúvida sobre o modelo, mas não há com o que se preocupar, pois o midi é democrático e pode sim ser usado por todas as mulheres.


Caso o seu medo seja parecer mais baixa, basta combinar com salto alto, bico fino ou calçados que deixem o peito do pé a mostra, sapatos nude também criam o efeito de silhueta alongada.


Ainda para alongar a silhueta, invista em looks monocromáticos. As blusas com decotes em V tanto geram um visual longilíneo e são ótimos truques para usar vestido midi sem medo.


Vestido de festa


Para muitas pessoas encontrar o vestido ideal é uma tarefa árdua, mas não precisa ser assim.


Este guia de como usar vestidos que você está lendo, pode ser usado para qualquer tipo de vestido, até mesmo os de festa.


Se você colocar em prática as dicas que dou aqui, é impossível não escolher o modelo certo para você.


Para escolher um vestido de festa, tenha em mente qual é o tipo de festa, horário, local e se é necessário usar algum traje específico.


Engana-se quem acredita que brilho é a melhor opção. Há muitos modelos de vestidos femininos perfeitos para festa e eventos, sejam eles durante o dia ou noite.


PASSO #3 - Descubra qual vestido fica bem em seu corpo


O terceiro passo para você escolher o vestido ideal é entender seu corpo, seus pontos fortes e evidenciá-los. Existem 5 tipos de corpo, e o método usado para analisar é a simetria.


Segundo estudos científicos, nosso cérebro interpreta como belo e agradável a vista aquilo que é simétrico, quanto mais equilibradas forem as proporções, mais bonito será. A área da estética facial também trabalha com simetria e proporções equilibradas.


A harmonização facial é um exemplo claro disso.


Levando em consideração esse conceito, irei descrever os tipos de corpo e como equilibrar cada um deles de maneira bastante simples, ao escolher suas roupas.


Isso não significa que minhas dicas sejam regras a serem seguidas a risca. Mas, se você optar em segui-las estará valorizando o que tem de melhor.


Corpo triângulo


Este tipo de corpo é caracterizado pela assimetria. Neste caso, os quadris são largos, enquanto os ombros são estreitos. É um tipo e corpo bem comum aqui no Brasil, um físico muito bonito e curvilíneo.


Usando a técnica da simetria para gerar proporções equilibradas, precisamos aumentar o volume dos ombros, ou apenas chamar a atenção para a parte superior do corpo.


Roupas com cores vibrantes, branco, detalhes (babados e outros enfeites), estampas e até mesmo mangas bufantes são capazes de criar o efeito que queremos.


Na parte inferior dê preferência para peças neutras e sem detalhes. No caso dos vestidos, prefira modelos com detalhes na parte superior e sem volume na saia.


Corpo triângulo invertido


Este é o contrário do tipo físico citado acima. É caracterizado pelos ombros largos e os quadris estreitos, bem comum nas norte americanas, embora vejamos muito aqui no Brasil também.


Para equilibrar essa silhueta, vamos criar volume na região dos quadris e neutralizar a superior, os vestidos com saias volumosas são super bem vindos aqui. Da mesma forma, os que possuem detalhes e algum tipo de enfeite na região inferior, valorizam os traços do corpo triângulo invertido.


Corpo Ampulheta


O tipo físico ''perfeito'', ou seja, ele é naturalmente equilibrado, nenhuma das partes (ombros ou quadris) se sobressai à outra.


Mas, isso não significa que vestir qualquer roupa é o suficiente, visto que as roupas criam linhas e formas em nosso corpo. Peças de roupa são capazes de alterar visualmente o formato corporal. De nada se aproveita ter o corpo equilibrado e perder esse equilíbrio ao se vestir.


É preciso escolher vestidos que mantenham as linhas naturais, os vestidos envelope e tubinho fazem isso perfeitamente.


Corpo reto


Este tipo de corpo, assim como o ampulheta possui um equilíbrio nas proporções, porém a cintura está no mesmo nível de ombros e quadris. É um corpo sem curvas, e o truque aqui é criar uma cintura mais fininha.


Os melhores aliados neste caso são os vestidos acinturados. Se o modelo não for justo na cintura, inclua cintos, ou opte por vestido femininos com volume na saia.


Corpo oval


O corpo oval também não tem cintura definida, normalmente é uma mulher de ombros caídos e barriga mais proeminente. O segredo para equilibrar as proporções corporais é criar linhas retas.


Escolha vestidos com bons cortes. O tuxedo dress, vestido tipo blazer, é uma aposta certa para esse tipo físico. As pernas são seu ponto forte, exiba-as!


PASSO #4 - Escolha o vestido de acordo com a ocasião



É importante pensar na ocasião antes de escolher um vestido. É claro que uma mesma peça, pode ser usada em diversos momentos diferentes.


Eu sou muito a favor de aproveitar bastante as roupas, e ter peças inteligentes, que não se restrinjam a apenas uma ocasião, mas que possa ser usado em diversos momentos.


É sempre bom ficar atenta ao momento para garantir um look de acordo e curtir o momento com o máximo de conforto e coerência possível.


Veja que look usar em cada ocasião:


Dia a dia - Looks despojados, vestidos de algodão, moletom, jeans. Escolha tecidos confortáveis e vestidos simples.


Trabalho - Looks Profissionais, embora o visual de trabalho possa mudar muito de acordo com o tipo de trabalho.


Confesso que já trabalhei até de pijama, pois faço home office. Entretanto, me sinto melhor preparada quando visto algo mais arrumadinho. E assim é em qualquer profissão.


No geral, vestidos com ar mais limpo, sem muitos detalhes ou estampas irão te fazer parecer mais profissional. Mas pode ser sim bem complexo passar a mensagem ideal através da roupa e imagem em si.


O mais indicado é contratar uma consultoria de imagem profissional para te ajudar a analisar seu tipo de perfil, profissão e construir uma imagem de sucesso.



PASSO #5 - Como comprar vestidos online sem errar



O jeito de viver mudou muito nos últimos tempos. Cada vez mais fazemos coisas online. O melhor é evitar aglomerações e manter sempre que possível o distanciamento social.


Comprar online é uma das coisas que podem facilitar muito sua vida e garanto que não há o que temer.


Existem muitos sites que oferecem vestidos femininos lindos e para evitar o transtorno de ter que trocar sua compra, fique atenta a alguns fatores que irão garantir que você irá amar sua escolha.


1 - Tire suas medidas - Não se guie apenas pelos tamanhos (P, M, G, etc.) Esses tamanhos não são universais, pois mudam de uma marca para outra e de um país para outro.


Para garantir que o vestido não ficará grande ou pequeno em seu corpo, tire suas medidas e encontre o tamanho que mais se enquadra ao seu.


2 - Veja o comprimento total da peça - Outro ponto importante é ver qual é o comprimento total da peça e não se basear apenas na foto do vestido na modelo, pois ela pode ser mais alta ou mais baixa que você, logo o vestido não ficará exatamente do mesmo comprimento.


3 - Leia a descrição - Para saber exatamente qual é o tecido, quais são os adereços do vestido, leia a descrição. É possível que as fotos deem uma impressão diferente do que realmente é.


Apesar das fotos tentarem reproduzir a roupa da maneira mais a real possível, pode ficar diferente. Isso acontece por causa, da ilusão, ângulo da foto, etc.


Se você leu as informações e dicas que passamos até aqui, está mais do que pronta para fazer suas escolhas. Que tal aproveitar e conferir as seleções que fizemos?



5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo